O Lançador de teias do Homem-Aranha

Peter Parker ganhou habilidades aracnídeas (grudar em qualquer superfície, sentir o perigo, etc.) e força sobre-humana após ser picado por uma aranha radioativa. O que muitos não sabem é que as teias de aranha características que ele lança para prender seus inimigos ou se locomover entre os edifícios de Nova York não fazem parte dos poderes adquiridos. Elas são feitas a partir de um fluido criado por Peter e lançadas por um lançador projetado com o brilhantismo científico que o garoto já apresentava antes de se tornar o Homem-Aranha. O dispositivo é feito de aço e deve ser colocado no punho, e possui um gatilho que vai até à mão. Ao clicar no gatilho, o lançador de teias libera com força um polímero que gruda como uma cola e é muito resistente. A energia do lançador não é infinita, ele funciona com cartuchos que podem ser trocados e que o herói guarda em seu cinto.
Momentos-chave: Amazing Fantasy #15 (1962) A primeira aparição do Homem-Aranha também marcou a primeira aparição do lançador de teias.
The Amazing Spider-Man #50 (1967) Frustrado com sua identidade secreta, o Homem-Aranha renuncia ao status de super-herói e abandona seu traje e dispositivos.
The Amazing Spider-Man #121 (1973) O Duende Verde sequestra Gwen Stacy, namorada de Peter Parker, e a deixa cair da ponte do Brooklyn. O Homem-Aranha consegue pegar Gwen no ar, graças ao seu lançador de teias, mas a força do impacto quebra o pescoço dela, provocando sua morte.