5 segredos sobre o UCM que descobrimos em Capitã Marvel…

… e que não podemos esperar para compartilhar com os fãs.

Capitã Marvel foi um sucesso estrondoso no mundo todo. Os fãs puderam finalmente conhecer a súper-heroína mais poderosa do UCM que promete estar à altura de Thanos em Vingadores: Ultimato. O filme é repleto de ação, adrenalina e referências a outros filmes e à cultura popular dos anos 90. Mas também revelou algumas curiosidades sobre o UCM que queremos dividir com vocês. Estes são os 5 segredos sobre o UCM que foram revelados em Capitã Marvel:
1. Os verdadeiros skrull
Os skrull, ao que parece, não são tão malvados como todos pensavam. Quer dizer, por sua história nos quadrinhos e pelo que já havia sido visto nos trailers, eles seriam os grandes vilões do filme. No entanto, na metade da história é revelado que eles não são os invasores de planetas que todos acreditavam, mas apenas procuram por um lugar onde possam viver em paz, longe do alcance dos kree… Porém, fica pendente descobrir se não existem outras facções dos skrull, capazes de levar a cabo a Invasão Secreta que muitos desejam.
2. O olho de Nick Fury
Foi um segredo guardado durante anos. O tampão de Nick Fury foi sempre a sua principal característica, mas ninguém sabia como ele teria perdido aquele olho. Muitos supunham que havia sido durante a guerra, como soldado do exército; ou em alguma operação encoberta da CIA, ou em seus primeiros dias em SHIELD… mas não, nada disso ocorreu: Nick Fury perdeu o seu olho brincando com Goose, como consequência de um arranhão do Gato-Flerken.
3. A origem do Projeto Pégaso
A primeira vez que ouvimos este nome foi em Homem de Ferro 2. Depois, voltamos a escutá-lo e a vê-lo em ação em Os Vingadores: The Avengers. Inclusive, é de suas instalações que Loki rouba o Teseract. O que não sabíamos é que o Projeto Pégaso tinha nascido nos anos 90 e que a Doutora Wendy Lawson, que na verdade era Mar-Vell, tinha dirigido o projeto com a intenção de utilizar o Teseract para ajudar os skrull a encontrar um lar.
4. O nome dos Vingadores
Nos quadrinhos, o nome “Avengers” foi uma proposta da Vespa após a primeira batalha dos super-heróis juntos. O Homem-Formiga sugeriu que formassem uma equipe e a Vespa propôs o nome “Avengers”. No UCM, no entanto, o nome correspondia ao projeto de Nick Fury de reunir indivíduos com poderes sobre-humanos para proteger a Terra. Agora sabemos que “Avenger” era o apelido de Carol Danvers na Força Aérea e que Nick Fury nomeou assim a iniciativa em sua homenagem.
5. O universo é maior do que parecia.
É verdade, outros planetas já tinham sido visitados no UCM, como Xandar, Asgard e Vormir. Se bem o universo da Marvel Studios já era grande, agora é enorme. Capitã Marvel introduziu mais planetas e duas novas raças, os kree e os skrull, os quais seguiremos vendo no futuro do UCM. E como se isso fosse pouco, X-Men e os 4 Fantásticos voltaram para casa, motivo pelo qual o UCM continuará se expandindo sem limites estabelecidos. Mal podemos esperar para saber o que o futuro nos reserva em se tratando da Marvel Studios.