Tudo o que sabemos sobre Goose, a inesperada estrela de Capitã Marvel

Quem não gostaria de ter um mascote como ele?

Quando termina Capitã Marvel e as pessoas deixam as salas de cinema, só falam de duas coisas: da cena pós-créditos e de Goose, o “gato” da Capitã Marvel. Todo mundo ficou fascinado por este personagem que, sem dizer uma só palavra, roubou todos os olhares durante o filme. Como sabemos que agora Goose tem uma legião de fãs que cresce dia a dia, fizemos esta matéria para contar tudo o que sabemos até agora sobre ele:
● Na verdade Goose não é o gato de Carol Danvers, mas sim o de Mar-Vell, quer dizer, da doutora Wendy Lawson. Ao que parece, desde que Mar-Vell morreu, Goose permaneceu nas instalações do Projeto Pégaso, onde foi encontrado por Carol Danvers e, especialmente, por Nick Fury, quem ficou com pena do gato e terminou ficando com ele… apesar de que tal amizade terminou custando-lhe um olho da cara, literalmente.
● Goose foi interpretado na telona por uma gata profissional chamada Reggie. Foi esta gata quem gravou a maioria das cenas nas quais Goose aparece, mas também houve outros três gatos que, nas palavras de Brie Larson, “foram os dublês de Reggie”. Trata-se dos gatos Gonzo, Rizzo e Archie, que aparecem em algumas cenas do filme.
● Curiosamente, Samuel L. Jackson não é precisamente um entusiasta de gatos. E tem mais… ele não é muito fã de nenhum tipo de animal de estimação. Nem gatos, nem cachorros, nem peixes ou passarinhos… o que é ainda mais curioso é que Brie Larson é alérgica a gatos, por isso nas cenas em que ela contracena com Goose foi utilizado um boneco do tipo fantoche para evitar qualquer tipo de risco para a atriz.
● Nos quadrinhos, o gato da Capitã Marvel se chama Chewie, em homenagem a Chewbacca, o famoso wookie de Star Wars. No filme, o nome foi trocado por Goose, para evitar confusões e homenagear um personagem de Top Gun, o célebre filme dos anos 80.
● Como bem avisou Talos, Goose não é um gato, mas sim um Flerken. Mas… o que é um Flerken?
● Os Flerken são uma raça alienígena cuja aparência é inofensiva mas em seu interior guardam uma terrível fera. Nos quadrinhos, foi Rocket Raccoon quem descobriu que a mascote de Carol Danvers não era só um simples gato. Rocket quis caçar a fera, mas só conseguiu incomodar a Capitã. Depois sugeriu vendê-lo por muito dinheiro, pois aparentemente os Flerken são extremamente raros.
● Carol só aceitou que Chewie não era realmente um gato quando ele colocou 117 ovos na nave da Capitã! Pouco depois mostrou seus terríveis tentáculos ao salvar Rocket de um ataque inimigo. A partir de então Rocket esqueceu qualquer tipo de diferenças com Chewie.
● Nos comics, Chewie também é capaz de se teletransportar entre dimensões, possui uma inteligência de nível humana e a capacidade de conter universos de bolso em seu interior (o que explicaria como Goose foi capaz de engolir o Teseract sem nenhuma consequência aparente).
● No filme, Goose fica na Terra junto com Nick Fury e devolve o Teseract que tinha engolido. Será que voltaremos a vê-lo em algum outro filme do UCM?
● Os fãs pedem a gritos um spin-off de Goose e Nick Fury, ou mesmo de Goose e Rocket Racoon. Seria mesmo absolutamente incrível!